Polícia no Paraguai recupera 300 mineradoras BTC roubadas em operação.

492
Operação no paraguay prende mineradora de btc

 

O Departamento Anti-Sequestro (DAS) do Paraguai realizou uma operação bem sucedida para recuperar cerca de 300 mineradoras BTC roubadas, plataformas de mineração Bitcoin que haviam sido roubadas em abril na província paraguaia de Alto Paraná. A polícia invadiu uma propriedade comercial na cidade de Presidente Franco, onde foram encontrados os equipamentos roubados, aparelhos celulares, armas de fogo e munições. Um suspeito foi preso e acusado de agressão agravada. Saiba mais sobre esta recuperação impressionante de equipamentos de mineração Bitcoin no Paraguai!

De acordo com as autoridades do DAS, as 300 plataformas de mineração recuperadas estavam em pleno funcionamento e conectadas à rede elétrica e à Internet. Após a invasão da propriedade, os oficiais imediatamente desativaram as mineradoras e as confiscaram como evidência. O Departamento Anti-Sequestro (DAS) afirmou que o suspeito detido durante a operação foi entregue aos promotores para que pudesse responder legalmente pelo crime de agressão agravada.

 

Homem preso no paraguai com asic roubada
Foto “DAS”

Paraguai enfrenta dilema em relação à mineração de Bitcoin

Nos últimos anos, o Paraguai se tornou um destino popular para mineradores de criptomoedas em busca de energia barata e sustentável. A Usina Hidrelétrica de Itaipu é uma das maiores do mundo e produz energia hidrelétrica em excesso, tornando o país uma opção atraente para a mineração. Além disso, as tarifas de eletricidade no Paraguai são baixas em comparação com outros países, o que aumenta ainda mais o interesse dos mineradores.

Muitos mineradores de criptomoedas têm se mudado para o Paraguai nos últimos anos, especialmente depois que a China proibiu a mineração de criptomoedas no país. No entanto, apesar dos benefícios econômicos, as autoridades políticas enfrentam resistência do presidente do país. Em 2021, o governo iniciou esforços para regulamentar o setor, mas o presidente expressou preocupações ambientais e de segurança.

mineradoras BTC roubadas

mineradoras BTC roubadas

O presidente paraguaio expressou preocupações

O presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, expressou preocupações sobre o impacto ambiental da mineração de criptomoedas e sua potencial utilização em atividades ilegais, como lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo.Ele também apontou que o país deve usar a energia hidrelétrica para impulsionar o desenvolvimento industrial, em vez de se concentrar apenas na mineração de criptomoedas.

Apesar das preocupações, o Paraguai continua sendo um destino atraente para os mineradores de criptomoedas. Com sua energia hidrelétrica abundante, o país tem a oportunidade de atrair investimentos significativos para o setor de mineração, o que poderia impulsionar a economia. No entanto, é importante que as autoridades encontrem um equilíbrio entre os benefícios econômicos e as preocupações ambientais e de segurança para garantir um futuro sustentável para o país.

 

Siga nosso Twitter

Para mais notícias relacionadas a criptomoedas, acesse nosso site 

 

 

 

Artigo anteriorPepe Coin
Próximo artigoFundador do ChatGPT vai lançar moeda digital Worldcoin e compartilhar com usuários, saiba como receber
Torfiel é um especialista em criptomoedas e, atualmente, ocupa o cargo de CEO no grupo bola365. Ele tem uma vasta experiência em investimentos em criptomoedas desde 2014 e é reconhecido como um líder de pensamento na comunidade de cripto. Com sua compreensão profunda do mercado de criptomoedas e habilidades em marketing digital, Torfiel desempenha um papel importante no sucesso do grupo bola365. Ele está constantemente explorando novas oportunidades no mercado de cripto e compartilhando seu conhecimento com outros investidores e entusiastas. A combinação única de suas habilidades em cripto e marketing digital tornam Torfiel uma adição valiosa ao grupo bola365.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui