Cidade chinesa e a indústria do metaverso

573
Zhengzhou

No dia 24 de maio, a cidade chinesa de Zhengzhou, na China, divulgou uma série de propostas de políticas com o objetivo de apoiar organizações do metaverso que operam na região. Como parte dessas iniciativas, a administração municipal estabelecerá um fundo específico no valor de 10 bilhões de yuans (equivalente a US$ 1,42 bilhão). Isso para impulsionar o crescimento e desenvolvimento desse setor.

Conforme o plano governamental, as empresas do metaverso que optarem por transferir sua sede para Zhengzhou terão a chance de receber um investimento inicial de até 200 milhões de yuans (aproximadamente US$ 28,34 milhões). Além disso, essas empresas também serão elegíveis para outros benefícios, como subsídios de aluguel.

Qualquer empresa envolvida na criação de casos de uso para o metaverso na cidade, independentemente de sua localização atual, terá a oportunidade de receber até 5 milhões de yuans (cerca de US$ 710.000). Isso para cada projeto certificado como viável pelo governo municipal.

Até o momento, a data exata para a alocação dos fundos não foi divulgada. Além de apresentar as políticas de financiamento, a administração municipal de Zhengzhou também delineou sua visão de longo prazo para o desenvolvimento. De acordo com essa visão, as indústrias relacionadas ao metaverso em Zhengzhou têm o potencial de alcançar uma receita anual superior a 200 bilhões de yuans (equivalente a US$ 28,34 bilhões) até o final de 2025.

Realidade virtual

Essas políticas se aplicam a empresas locais que operam em duas áreas distintas: 1) iniciativas de pesquisa focadas em tecnologias relacionadas ao metaverso, como realidade virtual. Realidade aumentada e interfaces cérebro-computador; e 2) a aplicação de tecnologias de metaverso em setores do mundo real, como educação, entretenimento e comércio.

Adicionalmente, em parceria com agências governamentais e empresas de investimento. O governo irá buscar recursos adicionais no valor de 50 bilhões de yuans (equivalente a US$ 7,08 bilhões) para apoiar uma variedade de projetos de desenvolvimento relacionados ao metaverso. Além disso, a cidade de Zhengzhou planeja implementar incentivos financeiros para empresas do metaverso quando elas forem listadas nas principais bolsas de valores da China. Essas recompensas em dinheiro visam promover o crescimento e a valorização das empresas do setor.

O plano abrange a incorporação de tecnologias-chave, como blockchain – fundamental na indústria do metaverso -, bem como renderização computacional de última geração, interfaces homem-máquina e inteligência artificial. Além disso, tem como objetivo estabelecer um mercado de ativos digitais usando a tecnologia de tokens não fungíveis.

Em suma Zhengzhou se une a um número significativo de cidades e províncias chinesas que se comprometeram a se tornar líderes no desenvolvimento do metaverso. A metrópole de Xangai, no sudeste, está ativamente perseguindo suas ambições no metaverso. Assim a previsão é de que sua indústria alcançará uma receita anual de 350 bilhões de yuans (equivalente a US$ 49,6 bilhões) até 2025.

Twitter

Instagram

Para mais notícias relacionadas a criptomoedas, acesse nosso site 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui